Dark Forces e twi’leks verdes

Muito antes do escandaloso Apprentice magistralmente interpretado pelo ator Sam Witwer aparecer na série Force Unleashed, o posto de jedi badass já era ocupado por um bardudinho ao melhor estilo Chuck Norris. Estou falando de Kyle Katarn e da série Dark Forces / Jedi Knight, que inclusive ganhou uma versão dublada pela Brasoft ainda em 1997.

Sabe como o Darth Malak perdeu o maxilar? Ele tentou copiar a barba do Kyle Katarn, que descobriu.

Eu gosto dessa série por vários motivos. Note que ela saiu numa época onde havia pouquíssimo material extra de Star Wars e trouxe uma história bem interessante. As cutscenes do Dark Forces II aliadas a dublagem nacional, ajudaram a construir um imaginário que foi quase como uma extensão imediata dos filmes. Não é de surpreender que eu tenha aproveitado várias ideias e ganchos dos games para minhas aventuras de RPG.

Mas por que estou contando essa história toda? Acontece que hoje encontrei um outro louco pela série que se deu ao trabalho de montar um suplemento inteiro dedicado à Dark Forces. Você pode encontrar o link para o livro no tópico que o kieran001 criou no fórum da WotC para divulgar o trabalho.

Por experiência de quem já fez uma loucura dessas (confira nossa adaptação de Mass Effect Saga), eu sei o tanto de esforço que esse tipo de adaptação demanda, então o mínimo que posso fazer é agradecer o autor e divulgar seu trabalho. Parabéns, Phillip!

Mas se há uma crítica a ser feita, é que ele insiste em propagar o erro de dizer que Jaden Korr era um humano. Todo mundo sabe que ele era ela, e ela era uma twi’lek. Verde.