N7 Day: Feats para os melhores

Saudações soldados da Via Láctea!

Então chegamos ao segundo N7 Day! Um pouco menos animado que do ano passado, é verdade. Afinal, ainda não temos muitas informações sobre o próximo jogo de Mass Effect, não há novos lançamentos para Mass Effect 3 e nós mesmos estamos paramos com o desenvolvimento do próximo suplemento de Mass Effect Saga e com a publicações dos áudios de nossas sessões de jogos (que ainda temos sete aventuras para lançar, incluindo três da Cerberus Rebellion).

Mas para não deixar o N7 Day passar em branco, separei dois feats que estarão no livro Mass Effect Saga: Heroes of the Last Days. Os familiarizados com o multiplayer do ME3 vão reconhecer como dois dos banners/conquistas mais difíceis de alcançar. Em nossa adaptação tentei não deixar tão restrito, mas certamente dão um ar de destaque ao personagem!


Best of the Best

n7-day-feats-best-of-the-best

Como uma free action, você pode gastar um Action Point para usar qualquer uma dessas opções uma vez por encontro:
– realizar uma standard action extra;
– repetir um teste de d20 e utilizar o melhor resultado;
– receber o dano que de outra forma atingiria outro personagem em seu alcance.
Além disso, uma vez por dia você pode gastar um Action Point como uma free action para tornar um ataque que acerte você em uma falha.
Pré-requisito: 12th lv+, base attack bonus 9+


Lone Wolf

n7-day-feats-lone-wolf
Toda vez durante um encontro onde não houverem aliados conscientes em até 20 squares e não puder se comunicar com outros por qualquer meio, você recebe +1 morale bonus em todos testes de ataque e skills.



O Best of the Best trás de volta algumas opções possíveis apenas com os Destiny Points do Star Wars Saga, mas sem deixar tão poderoso. Ao invés de ser uma opção de críticos automáticos, o Best of the Best permite uma gama maior de ações heroicas para o personagem mas sem comprometer o equilíbrio do jogo.

Já o Lone Wolf auxilia o personagem quando todos seus companheiros já caíram ou quando ele está numa aventura solo. O feat leva em conta que o personagem está completamente sozinho, não contando nem com ajuda de rádio ou orientações remotas de outro personagem o NPC. A ideia do feat não é encorajar que o grupo se separe, mas apenas dar uma ajudinha quando um deles tenha que sobreviver sozinho.

Aproveite para deixar suas impressões sobre os feats nos comentários, além de dar suas sugestões do que gostaria de ver no Mass Effect Saga: Heroes of the Last Days.

E se quiser aproveitar seu N7 Day com estilo, compre uma camiseta de Mass Effect na loja Pau pra toda obra, no Vitrinepix.

Até a próxima!

  • doppelshifter

    Turian Cabal, por favor T_T

    Minha classe favorita do ME3 MP, e a classe que eu pretend(ia) usar em um PbF que está sendo trabalhado nesse exato momento.

    ….Mas aí notei que o SotMW foi finalizado antes da inclusão da Cabal (que veio no último lote de classes, assim como o Krolord), e que o que existe em matéria de regras e poderes cobre muito fracamente a diferenciação da Cabal com relação a outros Vanguards (desde o favorecimento de ARs no lugar de Shorguns, até o resto dos poderes dela, que são únicos).

    Ela já está sendo trabalhada pra a expansão? Tem algum preview?

    • DM Rafael

      Turian Cabal é uma Talent Tree nova para Elite Trooper, com opções de treinamento de comandos especiais para operações furtivas e de demolição, além de opções para bióticos vanguardas e sentinelas.

      Quase toda Talent Tree já está escrita mas não fizemos playtest, que deve acontecer só ano que vem quando começarmos a terceira e última fase da nossa campanha.

      Quanto ao bônus de Assault Rifle, recomendo olhar o talent Turian Veteran (Soldiers of the Milky Way, p.18). Ele é pré-requisito para os vários talents de Cabal.

    • DM Rafael

      Mas se você quiser usar numa campanha, seria um grande favor se você e seu grupo pudessem fazer o playtest. O que acha?

      • doppelshifter

        Meu "grupo" é justamente um PbF mestrado pelo Stephan 😀

        Claro que eu topo 😀

        • DM Rafael

          Já temos algum material desenvolvido para as outras classes e raças.

          Peça para o Stephan reunir a lista de opções que ainda não temos adaptado e que a galera gostaria de usar que preparo um doc beta.

          • doppelshifter

            Beleza. Por enquanto só houve interesse na Cabal, e talvez haja um Krogan no grupo que venha a pegar paixão por martelos gigantes.

            Vamos esperar os pedidos dos outros dois jogadores e aí a gente manda a lista pelo Stephan.

          • DM Rafael

            O martelo é uma arma e tem novos poderes só para ela. Já o Korgan Warlord Sentinel é uma talent tree de Elite Trooper para nível 12+.

  • Ulisses

    DM Rafael parabéns pela equipe e a adaptação do sistema (muito bom mesmo), só tenho uma dúvida, sei que vcs jogam bastante o multiplayer do ME3, por acaso quando vcs adaptaram os Rifles de Assalto existiu algum motivo para o dano causado por eles serem praticamente todos iguais (3d8)?

    • DM Rafael

      Essa é uma boa pergunta e a resposta é sim.

      A questão é que ME3 o dano é um tanto… inconsistente. Pistolas causam o mesmo dano de rifles e rifles causam uma dano mínimo para porque eles consideram dano por segundo de rajada. Mas o Saga não funciona assim.

      Ao adaptar, tivemos que adaptar para a lógica do jogo também. E não fazia sentido colocar armas como o M-8 Avenger ou a Phaeston que são os rifles básicos da Aliança e da Hierarquia causando 3d6 de dano.

      Então a maioria dos rifles estão na mesma faixa de dano, com alguns se destacando (Mattock, Harrier, Saber e o N7 Typhoon). Mas cada um deles tem pequenos detalhes para se diferenciar dos demais.

  • Ulisses

    Outra dúvida, aonde está Fortification (soldier talent)? não encontrei, só encontrei o Heavy Fortication no Soldiers of Milky Way…

    Vcs vão produzir mais quantos DLC (suplementos) para adaptação? o Heroes of Last Days será o último? tem previsão (e pq eu to com os últimos dlc para imprimir :)…se esse não demorar a sair eu espero para encadernar tudo junto…

    • DM Rafael

      Isso é um problema série de organização do material que eu não soube como resolver. "Fortification" é um Combat Power aberto para qualquer classe e está na seção de poderes (Soldiers of the Milky Way, p.31).

      Heavy Fortification e as versões melhoradas de carnage, granada e marksman são Soldier Talents, porque são especializações apenas para soldados.

      Isso foi para seguir a mesma lógica que apresentamos que qualquer biótico pode ter Biotic Charge mas só Vanguards podem se especializar.

  • Ulisses

    Acabei de ler, mas não acho que isso seja problema, eu em minha campanha de Mass Effect Saga estou com a mesa dividida, pouco antes de sair a primeira adaptação de vcs eu já estava iniciando uma adaptação de ME para o Saga.

    Independente da coinscidência reconheci que a adaptação de vcs estava a 1 milhão de anos luz do que eu estava planejando em termos de mecânica, porém, um dos aspectos da adaptação que eu ia fazer ficou gravado como ferro quente na minha cabeça e na de alguns players do meu grupo.

    Na minha adaptação original eu ia tratar as castas de ME (soldier, vanguard, infiltrator, adept e assim por diante) como Classes para o sistema Saga, e seus poderes especificos só seriam aplicados com determinadas Classes (como biotic charge para vanguards, tactical cloak para infiltrators e assim por diante).

    Meus players e eu as vezes ficamos "bolados" com o fato (lógico e até correto) de que com acesso a tech powers qualquer personagem pode obter tech armor (quando no jogo apenas Sentinels teriam acesso a ele) ou tactical cloak (um poder de Infiltrator)…

    Esse problema meio que se agravou quando um dos players criou um Scout (enginner) que detesta drones e só usa tec armor e tatical cloak…

    Mas reconheço que o sistema amplia a diversidade dos personagens e pdms representando a versatilidade do sistema (como no caso da ficha do Thane)

    • DM Rafael

      É aquele momento que temos que decidir se vamos escolher ser o mais literal possível ao jogo ou se vamos dar liberdade do jogador criar o personagem dele como bem quiser.

      O problema de fazer tudo amarrado é que de vez em quando aparece um Volus Sentinel que ferra com tudo. Até então, Combat Drone era exclusivo de Engineer mas a bolinha asmática provou o contrário.

      Outro exemplo foi o Annihilation Field, que os talents quase ficaram limitados aos adepts mas que deixamos aberto para todos. E logo depois apareceu a Asari Valkyrie, que mostrou que foi uma boa ideia.

      No fim, até existem realmente habilidades específicas em cada classe de Mass Effect, mas preferimos (como regra geral) adotar a liberdade do Saga na decisão do jogador para montar seu personagem.

      Por mais que somente personagens adeptos possuam singularity, não existe nenhuma justificativa in game para limitar o aprendizado.

    • DM Rafael

      Em todo caso, eu compreendo completamente a decisão em limitar. Pessoalmente me incomodaria ver um Sentinel com BIotic Charge, Tech Armor e Tactical Cloak 😛

    • Padawan Bessa

      Vale lembrar que quando eu criei os Builds dos personagens do jogo, se eu não fosse capaz de emular o "Feeling" era uma forte indicação de que o sistema não tava sendo versátil o suficiente. o Thane por exemplo é chamado de Assassino, mas efetivamente ele é um Adept.

      Outro personagem "chatinho" de recriar foi o Legion e o Mordin! Esses eu quebrei a cabeça fazendo. Porém o Campeão de ser mala foi o Thorian! hahaha