featured_saga59

Holocast 59: Peace is a Lie (jogadores escrotos)


Ilustrações: Robot Chicken

DM Rafael, Diego Plok, Diego Bessa, Twilek Pepe, Metalgeisha e Beto Chopper se reúnem para destilar todo o veneno em cima dos jogadores escrotos de Star Wars, provando que paz é uma mentira e ninguém está isento: especialmente os participantes!

[0:00:00] Apresentação
[0:02:33] Papo de Cantina: leitura de comentários
[0:22:09] Peace is a Lie
[0:24:29] Arquivista
[0:32:04] Salacious Crumb
[0:38:08] Espírito da Força
[0:46:13] Capitão Panaka
[0:55:09] Gonk Droid
[1:04:53] Jar Jar BRINKS
[1:14:47] Grievous
[1:22:08] O Escolhido
[1:25:41] Chanceler Supremo
[1:37:30] Starkiller

Recomendações:
App de Sound Design Syrinscape
Ganhe um audiolivro de graça e 30 dias para testar o Audible
Acesse o Jedicenter
Acesse o Universo Star Wars

Fale conosco!
Acesse a Terceira Terra
Acesse o Holotumbler
holocast@terceiraterra.com
@holocastsw
Facebook do Holocast
YouTube do Holocast

Dúvidas de Star Wars:
http://ask.fm/holocast

Todos os efeitos sonoros de Star Wars foram feitos a partir do Star Wars Soundboard e com colaboração do Universo Star Wars.

Nossa trilha sonora é cortesia de Marcos Kleine.

Dê uma olhada nestes ótimos produtos disponíveis na Amazon brasileira!

  • Caique

    Jogadores escrotos? Como eu gostaria que eles não fossem reais.

    • Ahhh, mas nós somos muito reais 😀

      • Caique

        Esse eu vou indicar com gosto pro meu grupo.

        • Hahahaha!

        • Raquel Souza

          Não se atreva a dizer que eu me encaixo em qualqure uma dessas categorias, hein?

          • Caique

            Uma? Que tal quase todas?

  • Rômulo Xavier

    Vou ouvir so pra saber se vcs me consideram escroto kkkkk

    • Como disse no início, ninguém tá isento! Mas te amo mesmo quando teima regras de Saga comigo :*

      • Rômulo Xavier

        O auge da escrotidão pra mim foi minha irma irma jogando Ravenloft, fugindo de uma mumia, dizer que vai parar e esperar a mumia, e assim q ela para, um dos guerreiros mais fracos que era um jogador para tb pra ficar c ela e ajudar, entretanto, assim que a mumia chega ela usa teleport e deixa o cara para tras ….

        • Hahahahaha! GENIAL! Ela só não foi pior que o Rogue que foi proteger o companheiro de uma Fireball: o Rogue pulou na frente pra proteger o amigo depois usou Evasion 🙂

    • E só lembrando o convite: fale aqui dos jogadores escrotos das suas mesas. E isso não livra os participantes! 😀

  • Vicente, Fantasma da Força

    Hello there!
    Neste podcast tivemos 1d10 opções de jogadores (escotos ou não).
    O engraçado é que eu me enquadrei em (QUASE) cada um deles, ao menos em uma sessão de jogo durante a vida. Acho que isso é algo que pode ser bem comum.
    Atualmente, eu sou mais o jogador Grievous, mas depende muito do personagem e da mesa. E como eu ando mestrando muito, tá difícil de jogar. xD

    Abraços galera! Que nosso lorde salvador, São Skippy vos abençoe!

    • Grievous deve ser um dos poucos tipos que escapei!

      • Vicente, Fantasma da Força

        Falando em fantasmas da força, seja bem vindo ao lado do PNG com filtro azul da força 😉

  • Caique

    (erguendo-se de uma cadeira em uma sala de conferência) Minha namorada costumava dizer que eu era Nerd demais. Eu não levava pro lado pejorativo, não, mas confesso que ainda assim eu ficava um pouco bolado com isso. Ela me via ler Senhor dos Anéis e partir em seguida pra Silmarillion e Filhos de Húrin e por aí vai e não entendia o porque de tanta voracidade. Por mais que eu explicasse a ela que o LORE do universo do Tolkien é atraente porque as histórias presente nele são em sua grande maioria boas, e isso faz com que elas possam ser consumidas como obras únicas e não necessariamente só um complemento pra fã, ela ainda assim não entendia.

    Enfim, partindo pra Star Wars, acho que já falei isso em algum lugar mas o UE Legends nunca me atraiu muito porque as histórias que eu encontrei lá eram em grande parte fracas, ou chatas, pelo menos é o que eu acho. Mesmo encontrando bons pontos de partida quase sempre as histórias se perdiam em algum ponto do caminho. Portanto quando comecei a mestrar a única coisa sagrada era a trilogia clássica pré Special Edition e pouquíssima coisa do UE, só algumas ideias que me atraíam. Eu abandonei o Cannon e abracei de corpo e alma o Head Cannon.

    Raças e planetas eu mantive, mas muitos desses eram criados com a colaboração dos jogadores. Eu perguntava o que eles gostariam de ver em Star Wars e adaptava as respostas dentro daquele universo criado. Foi talvez a melhor experiência de mesa que eu já tive, pois como todo mundo tava com a mente aberta pro que viesse ninguém ficou reclamando ou questionando demais, pelo contrário me incentivavam a continuar assim. Lembro que quando a campanha de clone wars surgiu ninguém se queixou por Coruscant não existir e em seu lugar Had Abbadon ser a capital da República/Império. Talvez isso se deva ao fato de todos nós não termos gostado da Trilogia Prequel, mas enfim.

    Hoje eu sou mais tranquilo com esse tipo de coisa, quer gostar dos episódio 1,2 e 3? De boa, seja feliz, isso é o que importa.

    Bem, esse programa foi muito bom, ele serve pra nos mostrar que uma mesa perfeita nunca vai existir de fato. Mas, e isso eu falo por experiência, mesmo nos momentos mais controversos dá sim pra ver graça na situação.

    • Raquel Souza

      Um dúvidazinha. As fanfics dos holocasters se passam em qual universo, o da Lucasfilm ou o seu? Eu (que já coff coff li o texto de abertura coff coff) não consegui perceber ainda.

      • Caique

        Lucasfilm.

        • Vicente, Fantasma da Força

          É semi-canon, então?
          Exigo uma aparição, nem que seja como fantasma da força que sou 😉

          • Caique

            Olha vou te falar que isso é bastante possível, tô pensando em colocar todos nós do reino dos comentários em algum ponto.

          • Caique

            Quanto ao universo em que elas se passarão, eu escolhi fazer no da Lucasfilm porque é o que todo mundo já conhece. Colocar elas no meu universo ia dar muito trabalho, é muita coisa diferente pra explicar.

  • Márcio Lima

    Olá, eu sou Márcio, e eu sou um piadista escroto.

  • Márcio Lima

    Eu sou um Jar Jar por querer jogar de Volus Vanguard algum dia?

    • De forna alguma! Volus Vanguard é OP build!

  • Márcio Lima

    Caraca, eu sou Grievous também. Tá brabo pro meu lado.

  • Rico Roquette

    Iae pessoal, blz?

    To fazendo maratona do Holocast a alguns dias, comecei com o episódio Deixa o wookiee vencer que era o mais antigo que aparece no feed do iTunes. Atualmente to no episódio Fronteira do Império e só tive que pular um ou outro de notícias antigas e os de aventuras de RPG que quero escutar em sequência.

    Assim que acabar a maratona deixo outro comentário.

    Abraços e que a força esteja com vocês.

    • Olá Rico, seja bem-vindo!

      Estranho que o episódio dos wookiees seja o mais antigo no seu feed. No meu agregador vai até o “Holocasters da Antiga República, parte 1”, mas consigo acessar todos os anteriores em “Programas Arquivados”. Não há uma opção semelhante no iTunes?

      Em todo caso, e como está fazendo uma maratona, convido para que envie um e-mail resumindo suas impressões com seu feedback. Será um prazer receber e ler-lo no ar.

      • Rico Roquette

        Achei que iria demorar mais tempo para responder, XD.

        Cara n tem essa opção no feed do app podcast da apple no iPhone, o bom disso vou que eu comecei a entrar no site para ver se tinha mais alguma coisa. Vou sim mandar um email para vocês assim que eu acabar de escutar. To me divertindo com algumas teorias que vocês levantavam.

        Valeu.

        • Que bom 🙂

          É sempre legal ver impressões de novos ouvintes. Boa diversão!

    • Vicente, Fantasma da Força

      Sobre sua maratona…

    • Seja bem vindo! E que legal que você começou por esse, pois foi minha primeira participação! HAHA

      • Rico Roquette

        Verdade, vc era um jovem Padawan, hoje já é Cavaleiro Jedi, hehe

  • Rubens Mateus Padoveze

    Olá, sou RMPArquimago e sou um droid de regras. Adoro testar o exótico, acho que meu problema foi ter poucas campanhas ai achavam ruim de eu querer trocar de PJ, e tambó;em ter m monte de livros extra ajudava do vicio rsrsrsrsrsrs. Concordo o advogado de regras pode ser bem conduzido, mais acho que até mudaram o apelido… bom episódio, gostei de “sair do tem” ficando na estrada.

    • Tentamos dar um charme de Star Wars para os tipos de personagem, por isso as mudanças como do advogado de regras para “Chanceler Supremo” 🙂

      • Rubens Mateus Padoveze

        Ficou muito bom

  • Davide Di Benedetto

    Caros, amigos

    Não pude deixar de notar que houve queixas envolvendo minha pessoa, quanto a PJs Nobres seriais (completamente diferentes um do outro, com gancho pra estarem ali, e totalmente aprovados dentro do padrão Imetro de roleplay) e alguma ocasional piada fora de hora. Mas digo não é culpa minha se tento quebrar e melhorar o que, não fosse minha presença gloriosa, seria um amontoado de aventuras militares boring e melodramáticas que acabam 3 horas da manhã, quando a gente não dá mais a mínima quando um planeta foi terraplando

    FORTE ABRAÇO

    Barba ruiva =P

    • Faltou apontar dedos de volta 🙂

      • Davide Di Benedetto

        Não tenho como apontar porque se eu usasse os dedos do pé, ainda assim ia faltar!

    • São Skippy

      Nobre Barba Ruiva,
      Como um droid iluminado que sou, abomino a guerra mas não tem como espalhar a Paz de Skippy sem vitrificar uns planetóides.
      Não esqueça: “Nobreza de coração é uma excelente virtude mas para se tornar um ser abençoado pelo IRPG™ deve explorar outros temas.”

      PS> Siga meu conselho e reveja seus conceitos de jogar de nobre antes que perca a mão num duelo, acidentalmente se mate ou eventualmente seja esfaqueado como um frango e colocado no freezer para a ação de graças.

      Que a paz de Skippy esteja convosco.