featured_rebels_303

Holocast Rebels: The Antilles Extraction


DM Rafael, Diego Bessa, Twilek Pepe, Metalgeisha e Beto Chopper se infiltram na acadedia Skystrike para resgatar os comentários do episódio The Antilles Extraction da série Star Wars Rebels.

Recomendações:
Ajude a encontrar uma #medulaprodudu
Informações sobre a doação de medula óssea
Regional de X-Wing Carioca 2016
TIE Fighter – short film
TIE Fighter Project
Ganhe um audiolivro de graça e 30 dias para testar o Audible
Acesse o Jedicenter
Acesse o Universo Star Wars

Fale conosco!
Acesse a Terceira Terra
Acesse o Holotumbler
holocast@terceiraterra.com
@holocastsw
Facebook do Holocast
YouTube do Holocast

Dúvidas de Star Wars:
http://ask.fm/holocast

Todos os efeitos sonoros de Star Wars foram feitos a partir do Star Wars Soundboard e com colaboração do Universo Star Wars.

Nossa trilha sonora é cortesia de Marcos Kleine.

Dê uma olhada nestes ótimos produtos disponíveis na Amazon brasileira!

  • Lucas Filipe (Lightkiller)

    Saudações!

    Esse episódio foi muito bom e fiquei tenso do começo ao fim.

    A simulação de batalha foi bem legal e mostra o estorvo que essa maravilhosa escória rebelde se tornou. Governor Pryce continua sinistra e o Agente Kallus continua no caminho certo.

    Por mais que Denis Lawson não goste, Wedge Antilles é um personagem excelente, muito importante e que tem muito material Legends que vale a pena ser lido.

    Como sempre mais um excelente episódio do Holocast e que a Força esteja com vocês!

    PS: O trailer 2 de Rogue One está fantástico!

  • Ministra Maketh Tua! Lembrei o nome da paixão perdida do Kallus ❤

    • Daniel da Costa Bezerra

      Que faz a voz da Smuggler mulher no SWTOR 🙂

  • Marcelo Eduardo

    Salve galera linda e o Beto! Hoje estou sob efeito do Holocron Jedi com uma carga de rivotril. Ainda sobre o assunto do Nerd Gordo do vídeo da Falcon, aquele vídeo meu é de uma reação ao segundo trailer de TFA e a Falcon aparece no primeiro. Meus advogados entrarão em contato. Mas vamos ao episódio que foi muito bonito (em contraste ao boneco da Rey do Rafael).

    Como um cara que cresceu jogando Rogue Squadron, gostei de ver as origens de Wedge e do Hobbie, que era para ser o Biggs na vdd. (Estou comentando ouvindo o cast, não sei se vocês comentarão sobre isso). Inclusive não sabia do suplemento de Clone Wars que o Jonas está fazendo hahaha aguardo ansiosamente também! Mas não desviemos! Gosto sempre de ver os treinos da Academia Imperial e aquele simulador foi uma idéia muito massa tanto em design quanto em execução! Sou fã assumido dos caças Imperiais, beirando à uma ordem de restrição quase emitida por um Tie-Fighter.

    Explicarem que Fulcrum é um codinome para vários agentes arruma um até então errinho no livro Marcas da Guerra que diz que Wedge trabalhou com um agente chamado Fulcrum e a Ahsoka se isola (why, Filoni, Why?) antes do Wedge dar as caras. Mais uma vez reforçando o excelente trabalho de comunicação da LucasFilm Story Group!

    Conforme o Lightkiller falou, uma pena que Denis Lawson se desconectou dos filmes sendo que sua última contribuição para a Saga foi dublar o Wedge no game Rogue Squadron 2. Gostei do que estão fazendo com o Agente Kallus, tornando ele um personagem mais interessante nesta temporada do que apenas um cara que tá lá a todo momendo para acabar falhando. Seu descontentamento com as táticas Imperiais é evidente. E pra finalizar: Sabine, que mulher! O pequeno quebra pau com a Governadora foi muito massa e fiquei muito feliz que seja ela e não o Chatezra (e sua impaciência irritante) a comandar uma missão. Sem falar na cena do Wedge e o Hobbie planejando uma fuga e um resgate para a Sabine e ela que acaba resgatando-os (edit: EU SHIPPO TAMBÈM!)

    E é isso. Perdão pelo longo post! E que venham mais episódios Top Gun!

    • Rico Roquette

      Iae Marcelo,

      O que me deixou mais triste com a temporada passada e essa de Rebels são as indefinições sobre o futuro da Ashoka. Poxa da um fim para o personagem direito, o Filoni tem medo de dar um final para a personagem dele. Espero que ela volte e finalize a história dela de uma forma decente, ela morrendo ou falando que vai para algum lugar, agora tem que sair dela isso, esses desaparecimentos ta foda, é a segunda vez que fazem isso com a personagem. Só espero que não façam igual ao Maul que fizeram uma HQ para dar o final dele de Clone Wars e já virou legends, hehehe. No mínimo um livro, um filme animado ou um episódio especial de uma hora.

      Achei o Wedge e o Hobbie muito bobos, igual ao Erza nas duas primeiras temporadas. Acho que a Sabine olha para eles é pensa “Estou cercada por garotos.” hahahaha. Ela curte mesmo é o Lando, XD.

      • Na real a HQ do Maul é canônica. Ela faria parte de Clone Wars, mas como a série terminou antes, eles lançaram em HQ.

        • Rico Roquette

          Falei merda então, hahahah.

    • São Skippy

      So, we meet again!

  • Kevin McCallister

    E aí galerinha, firmeza? No meu último comentário eu reclamei da falta que senti da Sabine no episódio anterior, não preciso dizer que vibrei muito com esse por ter o foco todo em cima dela, e de quebra um novo shipp? Meu deus.

    Enfim não tenho mais nada a comentar, só dizer que estou neste instante dando retoques numa (agora mítica) fanfic enquanto armo minhas traps.

  • Raquel Souza

    Antes de tudo Wedgine pra mim já é tão grande quanto Kanera, agora podemos começar.

    Olá meus queridos, que episódio foi esse minha gente? Sabine rainha foi demais, se infiltrou, pilotou Tie-Fighter, criou novo ship, deu na cara da Cate Blanchet, só não assobiu e chupou cana porque não teve tempo. Eu achava que o Wedge era uma pouco mais velho, mas confesso que curti ver ele garoteando, como ele agora vai fazer parte da série (o que espero) vai ser legal ver o amadurecimento dele (o que espero mais ainda). Enfim, beijos e até o próximo episódio que ao que indica vai ter nossa musa suprema sob o holofote.

    • Rico Roquette

      Raquel, acho que o Wedge, se aparecer de novo vai ser participações rápidas, igual ao Lando, Leia, RD-D2 e C3PO.

  • Alexandre Henrique

    Pensava que essa terceira temporada seria mais próxima dos acontecimentos de “Rogue One” e posteriormente de “Uma Nova Esperança”. Mas pelo visto nesse episódio, uns bons anos ainda separam a série dos referidos filmes. Wedge ainda tem voz de garoto, diferente do personagem como vemos durante o ataque à primeira Estrela da Morte (mais maduro e visualmente na casa dos vinte e tantos). Qual seria então a prometida ligação com “Rogue One” que teríamos ainda nessa temporada? Fora isso, assisti a mais um divertido episódio. Pretensioso e despretensioso na medida certa!

    OBS: manda um alô para o Intagram starwars_pernambuco, perfil no qual administro. E desde já, os convido a conhecerem!

    Um grande abraço deste tiozão que vos fala! E que a Força esteja com vocês!

    • Verdade seja dita, o Wedge ainda tem voz de garoto no Ep IV. Ele até toma uma repreensão ao se surpreender com o tamanho da Estrela da Morte.

      • Rico Roquette

        Wedge e Leia tem a idade próxima? E ela é mais velha que o Erza e Sabine?

        • Vicente, Holograma Azul

          A Leia e o Luke tem a idade do Ezra (sendo que ele é 2 dias mais velho que os gêmeos). A Sabine é 2 anos mais velha que eles, e o Wedge não sei dizer, mas acho que ele é um pouco mais velha que a Sabine.

  • Vicente, Holograma Azul

    Buenas Amiguinhos!

    Serei sucinto.

    Nunca gostei do Wedge, especialmente no UE, e apesar do episódio ser maravilhoso, continuo não gostando dele.

    Quando eu vi que o outro amigo do Wedge era o Hobbie, fiquei martelando na cabeça “Quem é ele?” e “Esse nome não é estranho”… Aí eu lembrei que ele aparece no Ep. V durante o Briefing e morre logo antes do Luke cair com a Snowspeeder. Bela homenagem pra ele.

    E já digo: ABAIXO A WEDGINE! (Shots fired)

    Abraços e beijos a todos vocês! 🙂

    • Eu gostava do Wedge, mas desde soube das opiniões do ator, eu percebi como o Wedge era mais um piloto sortudo e um pouco arregão do que um aquele mito da pilotagem que foi construído em torno dele.

      Quanto ao Hobbie, ele não morre em Hoth. O wingman do Luke que morre é o Dak.

      • Vicente, Holograma Azul

        True, na real é o Rogue 2 que morre. É que o Luke chama o Hobbie logo depois que é atingido, aí me confundi. xP
        Dak é o gunner do Luke 😉

  • Rico Roquette

    Iae holocasters, blz?

    Gostei do episódio principalmente porque saiu da esfera Jedi x Sith, acho que aprofundar muito nesse tópico é um erro da serie, já que Kanan e Erza estão limitados pela a cronologia de fazer atos impactantes como Jedi, já que Luke no episódio 6 era o último Jedi e muito dos envolvidos da aliança sabiam poucas coisas da força. O destino deles é bem claro para mim, a morte ou o exílio já que a existência deles perto da rebelião da conflito com a cronologia oficial. (A Disney também pode cagar para essa parte da cronologia e fazer um retcon fudido e deixar os verdadeiros fãs muito putos). E a Sabine é muito foda, ela, Hera, Zeb e Chopper deveriam ter mais tempo de tela, mostrando mais a rebelião que as brigas Jedi/Sith.

    O meu ponto negativo com os episódios 2 e 3 é o tempo curto, acho que fica muito deus ex machina as soluções dos episódios. Sei que episódios de 45 min não iram ocorrer mas poderiam fazer igual a Clone Wars com arcos de 2, 3 ou 4 episódios para poder ter um desenvolvimento melhor do enredo e dos persongens.

    Queria saber quem vocês estão esperando aparecer nessa temporada? Eu gostaria que dessem um final decente para a Ashoka, porque o da última temporada ficou dúbio e fraco para mim. Também queria ver o Boba Fett, para mostrar se ele é um bosta ou não para o Filoni e o Hidalgo. E o almirante Ackbar falando “It’s a trap” seria muito foda.

    Estou sempre ouvindo o cast e ainda vou mandar o meu email.

    Valeu, abraços e beijos a todos.

    • Rico Roquette

      E achei muito caído o personagem negro ter morrido, isso em series, filmes, jogos, hqs, livros é muito ruim, só pode ter um personagem de cada etnia e quando tem mais eles ficam em grupinhos da mesma etnia e só podem se relacionar com eles mesmos. Essa mentalidade é muito velha e ridícula para os tempos de hoje, uma pena que em um universo que existem seres alienígenas, os humanos sejam representados com o rotulo do macho caucasiano.

      Sei que Rebels quebra muito isso, já que Kanan, Erza e Sabine não se encaixem nesse rotulo e tem tido participação de personagens com fisionomia de asiáticos, negros, mulatos, árabes e indianos. E que a maioria dos imperiais encaixe no perfil caucasiano, só que não precisava matar o cara. Colocava ele decidindo ficar com o Império e as coisas piorando para ele ou ele entrando na aliança sem maiores problemas.

      Não gostei dessa decisão.

      • Carolina Pepe

        Por isso que eu falo que negro no Star Wars é mais raro do que hutts aparecendo em Rebels.
        Sempre me incomodou ter um negro por trilogia com papéis relevantes.

  • Pedro Obliziner

    fui um tapado e não relacionei que o Fulcrum era o Kallus! No final até pensei “olha só, ele tá amolecendo mesmo”, mas não relacionei com o começo do episódio. Então me imaginem ouvindo o Rafael sussurrando isso logo no começo do holocast. (não vinha aqui faz tempo, né? Oi!)

    • Ainda pode não ser ele o Fulcrum… mas seria um grande desperdício!

    • Camila Werling

      Eu também não me liguei disso!! Entrei em choque e acho que seria mesmo SENSACIONAL se for ele msm!

  • Michelangelo Fazendeiro

    Só um adendo, já leram as hq’s que saem na revista do Star Wars Rebels Magazine? São histórias bem infantis, mas uma ou outra é interessante, como por exemplo, uma em que fazem uma revista na base em Lothal antes do Tarkin aparecer por lá, ou uma em que aparece um Fake Jedi. Mas a que eu queria destacar é uma que chama “Kallus Hunt” em que um amigo próximo do agente Kallus deserta do império e ele tem que caçar ele, se passa na primeira temporada, mas é uma das histórias que já mostra que o Kallus já estava começando a ficar cabreiro com o Império.

  • 🙁