Tag Archives: Império

There is no try: Thane Kyrell

Olá!
ThaneKyrell_parrudo
Para acompanhar o lançamento da novíssima saga de episódios do Holocast, codinome “Fronteira da Estante”, onde iremos abordar os livros do universo Star Wars. Começamos os trabalhos com o livro “Lost Stars” ou como foi chamado aqui em terras Hu3Hu3BRBR, “Estrelas Perdidas”.

Então, para fechar a novela mexicana (digo isso por causa do tema “Amor Impossível”) que comecei no dia internacional da mulher, decidi trazer o Carlos Manuel, da nossa Ciena Ree.

Thane Kyrell nasce em uma família aristocrática, no planeta Jelucan. Amigo de infância de Ciena Ree, ambos eram aficionados por espaço naves, o que ajudou a torna-sem ótimos pilotos, porque eles sempre puxaram um o outro ao limite de suas capacidades.

O resto você confere no nosso episodio de estreia! Como não tenho costume de ler livros de Star Wars, minhas participações nos Fronteiras da Estante serão via There is no Try!

Abraço, divirtam-se!

#wookieesuckerforlove

Thane Kyrell CL 12

Human Noble 1 / Soldier 6 / Ace Pilot 3 / Master Privateer 2
Destiny 2; Force 6
Init +13; Senses; Perception +13
Languages Basic, Binary, High Galactic, Military Signs, Ryl, Shyriiwook


Defenses Ref 29 (flat-footed 26), Fort 26, Will 28
Hit Points 84; Threshold 26
Speed 6 squares


Melee Unarmed +12 (1d6+8)
Ranged Heavy Blaster Pistol +13 (3d8+7) with Point Blank Shot
Base Atk +10; Grp +12


Special Actions: Draw Fire, Raider’s Surge, Veteran Privateer


Starship Maneuvers (Pilot +18): Explosive Shot, Howlrunning Formation, Snap Roll


Abilities: Str 15, Dex 15, Con 14, Int 14, Wis 14, Cha 15

Special Abilities: Vehicular Dodge (+1), Veteran Privateer (1 / encounter)

Talents: Armored Defense, Draw Fire, Exceptional Skill (Pilot), Indomitable, Raider’s Surge, Spacehound, Starship Raider

Feats: Armor Proficiency (Light), Combat Trickery, Imperial Military Training, Linguist, Martial Arts I, Point Blank Shot, Precise Shot, Skill Focus (Pilot), Star Ship Tactics, Vehicular Combat, Weapon Proficiency (Pistols, Rifles, Simple Weapons)

Skills: Deception +13, Initiative +13, Knowledge (Tactics) +13, Knowledge (Technology) +13, Mechanics +13, Perception +13, Persuasion +13, Pilot +18, Use Computer +13

Datacron: Episódio 3

Datacron3_640x480

DM Rafael, Marcelo Skywalker, Diego Hernandez, Diego Bessa, Carol, Metalgeisha, Beto Chopper e Fernando se reúnem para a vingança do Datacron! Entenda os erros da Ordem Jedi, os males psicológicos de Anakin e o poder de cedussão do Palpatine!

Recomendações:
Estalagem do Macaco Caolho
Aventura Ordem 66

Fale conosco!
Acesse a Terceira Terra
holocast@terceiraterra.com
@holocastsw
Facebook do Holocast
Acesse o Jedicenter
Facebook do Jedicenter

Dúvidas de Star Wars:
http://ask.fm/holocast

Todos os efeitos sonoros de Star Wars foram feitos a partir do Star Wars Soundboard e com colaboração do Universo Star Wars.

Holovid: contrabandos rebeldes

Olá Holoviewers,

O Império está de marcação cerrada com a Rebelião! Nosso jedi-em-retiro Dbohr teve que passar por delicados processos burocráticos para conseguir liberar a carga trazendo informações sobre a caixa do Beginner Game de Star Wars: Age of Rebellion aqui no Holoblog.

Depois de conferir o vídeo a seguir, não deixe de visitar o site da Fantasy Flight Games para pegar mais dois personagens prontos (incluindo a diplomata “carioca” Jin-Rio) e uma aventura bônus.

Caso queira comprar este e outros livros da Age of Rebellion, recomendamos o Book Depository e o Miniature Market.

Mas cuidado! O Império está de olho em suas fronteiras e nas rotas de comércio!

Edit: Confira também DM Rafael abrindo a sua caixa.

Disney fará Star Wars com cara de Star Wars

Desculpe Adam Schickling por estragar sua arte fenomenal

Confuso o título deste texto? Explico: em conversa recente com a Entertainment Weekly, Simon Kinberg, um dos produtores da série de animação Star Wars Rebels, disse que o tom tanto dessa série do canal Disney XD (que ainda não tem data de estréia) quanto do longa-metragem temporariamente entitulado Episódio VII será reminescente de “Star Wars”. Ou, como é conhecido hoje, “Star Wars Episode IV: A New Hope”.

(Venhamos e convenhamos, Uma Nova Esperança se chamou simplesmente Star Wars por um tempão, e mesmo depois do George ter mudado o título do filme na abertura original para “Episode IV: A New Hope”, você provavelmente ainda reconheceu e pensou naquele filme como simplesmente “Star Wars” até bem recentemente. Na verdade, deve tê-lo chamado de Guerra nas Estrelas por muito tempo depois que Lucas determinou que o nome Star Wars deveria ser usado, sem tradução, no mundo todo.)

E o que isso significa para a franquia? Ainda de acordo com Kinberg, significa que o tom de Star Wars pela Disney será mais leve, aventuresco e otimista. “O mundo que estamos criando é um mundo Imperial”, diz Kinberg. “Você verá o impacto do Império e dos stormtroopers pela galáxia, abusando e oprimindo as pessoas. Tematica e politicamente pode ser bem sombrio. Mas para o tom do show nós nos inspiramos nos filmes originais, que eram divertidos e cheios de aventura, com personagens sólidos e humanos.” Para Kinberg, “obviamente há diferenças sutis de tom entre [os Episódios IV, V e VI]. Mas eu acho que [Star Wars Rebels] tem uma cara mais próxima de Uma Nova Esperança.”

O mestre McQuarrie em ação
O mestre McQuarrie em ação

Para fazer esse desenho, os animadores estão se inspirando nos conceitos originais de Ralph McQuarrie (o designer e ilustrador responsável pelo filme de 1977), incluindo rascunhos que não foram usados no Episódio IV — tanto para os personagens como para veículos e cenários. Particularmente, não acho que isso seja coincidência: McQuarrie morreu há pouco menos de dois anos; como um tremendo artista, premiado conhecido por seus trabalhos em Star Wars, Battlestar Galactica, Indiana Jones e Jornada nas Estrelas, faz sentido que a produção de Star Wars Rebels tenha decidido homenageá-lo dessa maneira.

Agora essa é a minha chance de conseguir um lightsaber!

E a produção de Episódio VII parece estar seguindo esse caminho também. Desde que o roteirista Michael Arndt deixou a produção do filme por “diferenças criativas” (sempre é por diferenças criativas), o próximo filme irá contar uma história dos protagonistas originais. Ao que parece, Arndt queria contar uma história da nova geração, os filhos e herdeiros de Luke, Leia, Han, Chewbacca e companhia. Com ele fora do projeto, a Disney mudou o foco, ao menos do Episódio VII, para uma última história com os personagens da trilogia dos anos 1970 e 80, estabelecendo uma ponte para, aí sim, uma nova geração de personagens nos Ep. VIII e IX.

Ou ao menos essa é a ideia. Estamos falando de um filme que nem tem roteiro ainda, quanto menos três filmes. Muita água ainda vai passar por debaixo dessa ponte (que, sendo Star Wars, certamente é estreita e não tem parapeitos ou corrimões).

Fontes:
• ICv2: Disney Is Taking ‘Star Wars’ Back To Its Roots
• Wikipedia: Ralph McQuarrie
• Revista Veja – Curiosidades sobre Episódio II – O Ataque dos Clones